Uso de Métodos Bayesianos em Testes de Vida Acelerados Assumindo a Distribuição
Weibull-exponenciada e o Modelo
Lei de Potência Inversa

Denilton da Silva VIEIRA1

Jorge Alberto ACHCAR[1]

Vicente Garibay CANCHO[2]

§     RESUMO: Neste artigo, exploramos o uso de técnicas de Monte Carlo via Cadeias de Markov (MCMC) para desenvolver uma análise Bayesiana para testes de vida acelerados considerando a distribuição Weibull-exponenciada e o modelo da lei de potência inversa. Assumindo dados com censura de tipo II, consideramos uma análise clássica e uma análise Bayesiana assumindo densidades a priori informativas para os parâmetros do modelo, onde obtemos a densidade preditiva para uma observação futura e propomos um critério que pode ser usado em problemas de controle de qualidade. Ilustramos a metodologia com um exemplo numérico.

§     PALAVRAS-CHAVE: Distribuição Weibull-exponenciada; testes de vida acelerados; densidades preditivas; MCMC.



[1]Departamento de Estatística, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, CEP 3565-905, São Carlos, SP, Brasil. E-mail: denisnog@yahoo.com.br / achcar@power.ufscar.com.br

[2]Departamento de Matemática Aplicada e Estatística, Instituo de Ciências Matemáticas e de Computação, Universidade de São Paulo - USP, Caixa Postal 668, CEP 13560-970, São Carlos, SP, Brasil. E-mail: gariby@icmc.usp.br