SIMULAÇÃO DE DADOS VISANDO A ESTIMAÇÃO DE COMPONENTES DE VARIÂNCIA E COEFICIENTES DE HERDABILIDADE

Ângela Mello COELHO[1]

Décio BARBIN1

§       RESUMO: A meta principal desse trabalho foi comparar métodos de estimação para coeficientes de herdabilidade para os modelos inteiramente ao acaso e em blocos casualizados. Para atingir a meta estabelecida, partiu-se de um conjunto de dados cujo coeficiente de herdabilidade é conhecido, o que foi feito pela simulação de dados. Foram comparados dois métodos de estimação, o método da análise da variância e o método da máxima verossimilhança. Foram feitas 80 simulações, 40 para cada ensaio. Depois de realizadas as 80 simulações, cada uma obtendo 1.000 conjuntos de dados, e por conseqüência 1.000 estimativas para cada componente de variância e coeficiente de herdabilidade relativos a cada um dos casos, foram obtidas as médias de cada um dos conjuntos de dados e com essas médias foram montados gráficos comparativos entre os métodos, tendo como referência os valores dos parâmetros utilizados nas simulações. Para ambos os modelos o método da análise da variância se mostrou mais confiável quando se objetiva estimar componentes de variância e coeficientes de herdabilidade, considerando os casos simulados.

§       PALAVRAS-CHAVE: Coeficiente de herdabilidade; componente de variância; método da análise da variância; método da máxima verossimilhança; estimação; simulação.



[1]Departamento de Ciências Exatas, Universidade de São Paulo, campus de Piracicaba – ESALQ/USP, CEP 13418-900, Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: debarbin@carpa.ciagri.usp.br