CONTROLE DE QUALIDADE VIA DADOS ACELERADOS COM DISTRIBUIÇÃO EXPONENCIAL E RELAÇÃO ESTRESSE-RESPOSTA LEI DE POTÊNCIA INVERSA

Sabrina Luzia CAETANO[1]

Francisco LOUZADA-NETO1

§     RESUMO: A obtenção de medidas da confiabilidade de produtos manufaturados é imprescindível no controle da qualidade industrial. Em geral, esse controle pode ser feito em meio a linha de produção pelos chamados testes acelerados. Estes testes consistem na submissão de um certo número de unidades do produto a níveis de estresse mais severos do que os usualmente utilizados. A utilização da informação coletada sob tais níveis de estresse é usada para inferir sob a confiabilidade do produto quando este é utilizado sob as condições usuais de funcionamento. O objetivo deste trabalho consiste no estudo e na proposição de metodologia para testes acelerados e na proposição de um esquema de utilização desses testes no controle da qualidade industrial, considerando uma distribuição exponencial para os tempos de funcionamento juntamente como uma relação estresse-resposta de potência inversa para a relação entre o parâmetro da exponencial e os níveis de estresse. Técnicas de reamostragem são utilizadas na estimação intervalar dos parâmetros de interesse. Dados simulados ilustram a metodologia proposta.

§     PALAVRAS CHAVES: Intervalo assintótico; Bootstrap paramétrico; censura; controle de qualidade; simulação; teste acelerado.

 



[1] Departamento de Estatística, Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, Caixa Postal 676, CEP: 13565-905, São Carlos, SP, Brasil. E-mail: dfln@power.ufscar.br