MALÁRIA NO BRASIL: UMA MODELAGEM ESTATÍSTICA

Andrea Andrade PRUDENTE[1]

Gauss Moutinho CORDEIRO1

Hérbetes de Hollanda CORDEIRO[2]

§     RESUMO: O objetivo do artigo é o estudo da malária e o delineamento de um modelo sócio-econômico para representá-la no Brasil, onde continua respondendo por grande número de óbitos, principalmente na região Norte. Para materializar este objetivo, foram coletados, em 2004, dados sócio-econômicos e de incidência dessa doença no país, em 90 cidades das regiões Norte, Sul e Sudeste. Faz-se uma análise dessa infecção através dos modelos normal linear e binomial negativo log-linear com apresentação de resultados e sugestões para trabalhos posteriores de modelagem..

§     PALAVRAS-CHAVE: Estruturas planas do tipo treliça; método dos elementos finitos, método dos mínimos quadrados.

 



[1] Departamento de Estatística e Informática, Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, CEP: 52171-900, Recife, PE, Brasil. E-mail: deaprudente@gmail.com / gauss@deinfo.ufrpe.br

[2] Faculdade Nova Roma, Estrada do Bongi, 425B, Afogados, CEP: 50830-260, Recife, PE, Brasil, E-mail: herbeteshc@yahoo.com.br