UM MODELO LOGÍSTICO-LINEAR APLICADO À
FILARIOSE BANCROFTIANA

Fábio Cavalcanti PEREIRA[1]

Gauss Moutinho CORDEIRO1

Gerusa DREYER[2]

Denise MATTOS2

§     Resumo: O modelo linear generalizado (MLG) é definido por uma distribuição de probabilidade, membro da família exponencial de distribuições para a variável resposta, um conjunto de variáveis independentes descrevendo a estrutura linear do modelo e uma função de ligação relacionando a média da variável resposta e a estrutura linear. O objetivo do artigo é estimar a probabilidade de desenvolvimento das síndromes fistulizantes em pacientes portadores de filariose bancroftiana, uma doença que afeta mais de 100 milhões de pessoas no mundo, em função de algumas variáveis explicativas, principalmente, a quantidade de gordura na dieta. Para a análise foi usado o modelo logístico-linear ajustado através do software S-PLUS aos dados da doença. Conclui-se que a probabilidade de pacientes terem a síndrome de fistulização é, aproximadamente, sete vezes maior quando consomem gordura acima de 400gr/mês, quando comparados com pacientes que consomem gorduras abaixo desse valor.

§     PALAVRAS-CHAVE: Filariose bancroftiana; máxima verossimilhança; modelos lineares generalizados; modelo logístico; síndromes fistulizantes.

 



[1] Departamento de Estatística e Informática, Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, CEP: 52171-900, Recife, PE, Brasil. E-mail: fabio\_ufrpe@hotmail.com / gauss@deinfo.ufrpe.br

[2] Núcleo de Ensino Pesquisa e Assistência em Filariose, Hospital das Clínicas, Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, CEP: 50670-910, Recife, PE, Brasil, E-mail: dreyer-g@uol.com.br / mattos.denise@gmail.com