REGIÃO DE NÃO-DECISÃO EM TESTES COM INTERPRETAÇÃO
FREQÜENTISTA CONDICIONAL E BAYESIANA

Carla Regina Guimarães BRIGHENTI[1]

Lucas Monteiro CHAVES [2]

§     Resumo: O Teste Bayesiano é um Teste de Razão de Verossimilhanças com valor crítico dado pelo produto da razão entre as densidades a priori ρ pela razão entre as perdas l. Para determinados valores de ρ e l, têm-se regiões críticas coincidentes para um teste bayesiano e para um teste com erros freqüentistas condicionais. Uma medida de evidência apresentada no teste bayesiano é a probabilidade a posteriori, enquanto no teste freqüentista condicional, é a chamada probabilidade de erro condicional (PEC). Dependendo da estatística condicionante utilizada e dos valores de ρ e l, esses valores podem ser numericamente iguais, definindo então um teste “unificado”. Mas quando a probabilidade a posteriori ou a PEC são numericamente iguais e superiores a ½, para que os testes sejam coerentes, deve ser incorporada uma “região de não-decisão”, RND. A construção da RND depende da função particionante H do teste condicional e dos valores de ρ e l. Neste trabalho, estudou-se o tamanho da RND para teste de hipóteses simples sobre o parâmetro da distribuição Exponencial sob amostras de diferentes tamanhos. Concluiu-se que o tamanho da RND é dependente do tamanho da amostra e que determinadas situações pode tornar o teste unificado inadequado.

§     PALAVRAS-CHAVE: Probabilidade a posteriori; probabilidade de erro condicional; razão de verossimilhanças; região de não-decisão.

 



[1] Escola Preparatória de Cadetes do Ar – EPCAR, Comando da Aeronáutica, CEP: 36200-000, Barbacena, MG, Brasil. E‑mail: carla_brighenti@hotmail.com

[2] Departamento de Ciências Exatas, Universidade Federal de Lavras – UFLA, Caixa Postal 37, CEP:37200-000, Lavras,  MG, Brasil. E‑mail: lucas@ufla.br