UMA APLICAÇÃO DE MODELOS PARA DADOS DE CONTAGEM INFLACIONADOS DE ZEROS NA MODELAGEM DO NÚMERO DE OVOS DO MOSQUITO Aedes Aegypti

Camila Macedo Lima NAGAMINE[1]

Cecília CANDOLO[2]

Maria Sílvia de Assis MOURA2

§     RESUMO: A dengue é uma doença tropical transmitida pela fêmea do mosquito Aedes aegypti, para a qual não existe uma vacina. Em países como o Brasil, o controle da doença é feito através do controle do mosquito. Um aspecto importante deste controle é, sem dúvida, o estudo do ciclo de vida deste vetor e, neste sentido, um dos principais objetivos é estudar a oviposição. Desta forma, é de grande importância entender o comportamento da quantidade de ovos postos, visando controlar a infestação do mosquito. Este trabalho tem por objetivo analisar o número de ovos do mosquito Aedes aegypti através de modelos para dados de contagens, usando dados obtidos de um experimento realizado em região de infestação do mosquito e ocorrência da doença. Após a apresentação dos modelos estatísticos, iremos obter estimativas de máxima verossimilhança dos parâmetros e testaremos as hipóteses de interesse utilizando testes escore. Como neste caso não existe um teste ótimo, faremos uma análise gráfica para verificar o comportamento dos modelos em questão a fim de verificar a adequabilidade destes modelos em relação ao número de ovos do mosquito Aedes aegypti.

§     PALAVRAS-CHAVE: Excesso de zeros; Poisson; binomial negativa; dengue; teste escore; estimativas de máxima verossimilhança.



[1] Departamento de Estatística, Programa de Pós-Graduação em Estatística- UFSCar, Rua Francisco Benício, 4, Centro, CEP:45.603-310 - Itabuna, Ba, Brasil, E-mail: kena\_camila@hotmail.com

[2] Departamento de Estatística, Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, Caixa Postal 676, CEP:13.565-905, São Carlos, SP, Brasil. E-mail: cecilia@power.ufscar.br / msilvia@power.ufscar.br